O antigo internacional argentino Juan Sebastián Verón assumiu esta quarta-feira o desejo de se tornar presidente da Federação Argentina de Futebol (AFA) e mostrou-se convencido de que Diego Simeone vai treinar a seleção ‘albiceleste' no futuro.

"Algum dia gostaria de ser presidente [da AFA], contribuir e trazer alguma modernidade ao futebol na Argentina. Hoje em dia, há questões educativas e até nutricionais no futebol que é preciso levar a todo o lado, porque são importantes para os futebolistas", afirmou o antigo médio, de 45 anos, numa entrevista à Fox Sports Argentina.

Verón, que representou clubes como Parma, Lazio, Inter de Milão, Manchester United ou Chelsea, é atualmente o presidente do Estudiantes de la Plata, clube no qual iniciou e encerrou a carreira de futebolista.

Em Itália, Verón dividiu o meio-campo da Lazio com o compatriota Diego Simeone, entre 1999 e 2001, bem como na seleção argentina, pela qual acumulou 73 jogos e nove golos. No regresso à Argentina, em 2006, Verón foi campeão ao serviço do Estudiantes, precisamente com Simeone ao comando da equipa de La Plata.

De resto, ‘La Brujita', como é conhecido na Argentina, acredita que o atual treinador do Atlético de Madrid será, mais tarde ou mais cedo, o selecionador da ‘albiceleste'.

"Em algum momento vai ser selecionador. Para mim, é um dos treinadores com melhor continuidade e desempenho na Europa", observou o ex-futebolista, que participou nos Mundiais de 1998, 2002 e 2010.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.