Louis Saha venceu tudo o que havia para ganhar em Inglaterra na sua passagem pelo Manchester United entre 2004 e 2008, tendo vencido ainda uma Champions e um Mundial de Clubes com os 'Red Devils'.

O avançado francês assistiu ainda 'na primeira fila' ao desenvolvimento de Cristiano Ronaldo em Old Tratford que confessou não ter sido fácil, com o ego de Van Nistelrooy, avançado holandês, a não facilitar, como revelou em entrevista à revista inglesa 'Four Four Two'.

"Ruud [Van Nistelrooy] tinha esse tipo de ego: ele queria todos os passes. E isso as vezes, para o desenvolvimento de Cristiano Ronaldo e Wayne Rooney, era difícil de gerir par ao treinador", afirmou.

Saha revelou ainda um episódio, ocorrido pouco tempo depois do falecimento do pai de Ronaldo, que terá levado o português às lagrimas.

"Se o Ruud fez o Ronaldo chorar? Sim, existiram histórias sobre isso porque acho que eles tiveram uma discussão na altura em que o pai do Cristiano tinha falecido, não foi o momento certo. São coisas que acontecem quando dois jogadores têm um grande espírito, mas tenho a certeza que Ruud se arrepende de algumas das suas palavras", revelou, aproveitando ainda para deixar elogios ao português.

"O Cristiano era um animal. Não sei se podemos dizer que ele era humano! Conseguias ver desde os 18, 19 anos que este rapaz não era normal. Estes jogadores que têm a habilidade, reconhecem que tambem é preciso trabalhar mais que os outros - não é só talento. Os melhores do ténis não batem a bola melhor ou têm melhor técnica; não, eles treinam mais que os outros, e o Cristiano fez isso", concluiu.

*Artigo atualizado às 22h19

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.