Cristiano Ronaldo concedeu uma entrevista a Piers Morgan no programa "Good Morning Britain", da ITV, em que fala, entre outros assuntos, de um desejo para o futuro e do melhor golo na carreira.

"O golo à Juventus é o meu favorito. De longe... Tecnicamente é complicado fazer aquilo. Tentei marcar este golo durante muitos anos. Tenho tantos e nunca tinha conseguido. Foi fenomenal. Um golo lindo, de bicicleta. Acho que nunca tinha visto um golo de bicicleta assim. A forma como saltei, contra o Buffon, contra a Juventus na Champions... Provavelmente um dos melhores de sempre. Melhor do que sexo? [pergunta do jornalista] Não, com a minha Gio, não", respondeu, rindo, o jogador da Juventus.

O  capitão da Seleção Nacional foi questionado sobre qual recorde gostaria de manter após o final da carreira de futebolista.

"Mais Bolas de Ouro na história do futebol. Eu adoraria. Acho que mereço. O Messi é um rapaz fantástico, um fantástico jogador, vai ficar na história do futebol. Mas acredito que depois de uma sexta, sétima ou oitava eu vou ficar acima dele", atirou, antes de abordar a relação que tem com o argentino.

"Eu e o Messi não somos amigos de casa, mas partilhamos o palco durante 15 anos. Eu sei que ele me puxou para ser melhor e eu fiz-lhe o mesmo a ele. É o melhor jogador que já enfrentei. Sem dúvida", sublinhou.

O internacional português confessou ainda como quer ser recordado quando a carreira como jogador terminar.

"Um dos melhores jogadores da história do futebol. O melhor? Isso já depende do gosto das pessoas. Há quem goste mais deste jogador, outras gostam de outro, não posso obrigar ninguém. Tenho a certeza que estou na história do futebol, pelo que fiz e continuo a fazer", salientou, antes de deixar uma frase curiosa. "Segundo? Não conheço esse lugar".

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.