A procuradora Geral da República, Joana Marques Vidal, a procuradora-geral distrital de Lisboa, Maria José Morgado, e o diretor do Departamento Central de Investigação e Acção Penal (DCIAP), Amadeu Guerra, decidiram criar uma equipa especial para investigar processos relacionados com crimes financeiros, corrupção desportiva e viciação de resultados no futebol.

A informação é avançada pela revista Sábado, que adianta ainda que a equipa será composta por três magistrados.

Esta decisão surge com base nas queixas anónimas que PGR, DCIAP e PJ receberam nos últimos meses, relacionadas com crimes de corrupção que envolvem diversos clubes de futebol, nomeadamente Benfica, Sporting e Porto.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.