A transferência de Matthijs De Ligt do Ajax para a Juventus veio confirmar a tendência neste mercado de transferências: os grandes clubes viram-se obrigados a fazer retoques nos seus planteis para a época 2019/2020 e começaram pela base, reforçando o sector mais recuado.

Diz quem sabe que os avançados ganham jogos mas são os defesas quem ganham campeonatos. Essa máxima futebolística está a ser seguida à risca por vários 'tubarões europeus', pelo que, até agora, são os defesas quem dominam o mercado de verão.

GALERIA: Dois ex-portistas entre os dez defesas mais caros de sempre 

Juventus, o campeão das compras de centrais

De Ligt assinou por cinco temporadas com a Juventus, com o Ajax a receber 75 milhões de euros. Os campeões holandês podem ver esses números chegarem aos 85,5 milhões de euros, mediante o cumprimento de alguns objetivos do jovem de 19 anos na 'Vecchia Signora'. Se tal acontecer, Matthijs De Ligt tornar-se-á no defesa mais caro da história do futebol. O jogador de 19 anos irá receber 12 milhões de euros por época, o que faz dele o segundo mais bem pago de Itália, apenas batido por Cristiano Ronaldo.

Os números de De Ligt: segundo mais bem pago na 'Juve', terceiro defesa mais caro de sempre
Os números de De Ligt: segundo mais bem pago na 'Juve', terceiro defesa mais caro de sempre
Ver artigo

Além do holandês, a Juventus contratou o central turco Merih Demiral ao Sassuolo por 18 milhões de euros. Um jovem de 21 anos que o Sporting 'despachou' no final da época 2017/2018 por... 3,5 milhões de euros.

A 'Vechia Signora' está a preparar o futuro e já garantiu também a contratação do argentino Cristian Romero, central de 21 anos. Custou 26 milhões de euros mas ficará um ano emprestado ao Génova, seu anterior clube.

Num mercado particularmente agitado em Itália, Paulo Fonseca viu partir o central Kostas Manolas para o Nápoles, com a AS Roma a receber 36 milhões de euros pelo defesa grego.

Bayern Munique  e a 'injecção' de sangue novo no plantel

Antes de Matthijs De Ligt, o Bayern Munique tinha aberto os 'cordões à bolsa' ao bater a cláusula de rescisão de Lucas Hernandez, pagando 80 milhões de euros Atlético Madrid para ter o central de 23 anos. O emblema bávaro está determinado em injectar 'sangue novo' no plantel e juntou Lucas Hernandez a Benjamim Pavard, pagando 30 milhões de euros ao Estugarda pelo central/lateral direito, campeão do Mundo pela França. Ao todo, 110 milhões de euros em dois defesas

"Estamos num processo de rejuvenescimento do plantel", avisou na altura, Uli Hoeness, presidente de Bayern Munique.

Ainda na Alemanha, o Borussia Dortmund aproveitou uma oferta irrecusável do Paris Saint-German e vendeu o jovem central Abdou Diallo, de 23 anos,  por 31,36 milhões de euros. Antes, fez regressar Matts Hummels ao clube, pagando 30 milhões de euros ao Bayern Munique pelo central de 30 anos.

Colossos de Madrid reforçam a retaguarda, Sevilha muito movimentado

O Real Madrid não quis ficar atrás e comprou Éder Militão ao FC Porto, batendo a cláusula de rescisão do central brasileiro. Face a enorme cobiça ao central de 21 anos, os 'merengues' nem esperaram pelo final da época e pagaram 50 milhões pelo internacional brasileiro, jogador que apenas esteve um ano no FC Porto. Militão irá lutar por um lugar com Sérgio Ramos, Raphael Varane e Nacho Fernandes. A direção merengue pensa também a longo prazo, já que Sergio Ramos, o capitão da equipa, já vai nos seus 33 anos.

O rival do Real em Madrid, o Atlético Madrid, viu sair o capitão Godín para o Inter Milão a custo zero mas não perdeu tempo e também veio 'abastecer-se' em Portugal, contratando o brasileiro Felipe ao FC Porto por 20 milhões de euros. Os 'colchoneros' também confirmaram a contratação do central Mario Hermoso, vindo do Espanhol de Barcelona, por 25 milhões de euros.

Ainda em Espanha, o Sevilha, que volta a ter Monchi como diretor desportivo e contratou Julen Lopetegui (ex-FC Porto, Seleção Espanhola e Real Madrid) para treinador, reforço a defesa com a contratação do central Jules Koundé, pagando 25 milhões ao Bordéus pelo jovem de 20 anos. Antes, já tinham pago 15 milhões de euros ao Nantes por Diego Carlos, central brasileiro que já passou pelo FC Porto e Estoril.

Manchester United pode bater todos os recordes por Maguire

Em Inglaterra ainda não se confirmaram grandes negócios mas o Manchester United prepara-se para bater todos os recordes e pagar 90 milhões de euros ao Leicester para ter Harry Maguire, central de 26 anos. O internacional inglês é um dos alvos prioritários dos 'red devils' para o seu sector mais recuado mas não está fácil convencer o Leicester a abrir mão do jogador. O United continua a apostar muito em defesas, depois de ter gasto 243 milhões de euros desde 2014, a que se juntam os 56 milhões já pagos esta época por Wan-Bissaka, que veio do Crystal Palace.

O Manchester City, que gastou 332,5 milhões de euros em defesas e guarda-redes desde a chegada de Pep Guardiola em 2016, parece ter estancado a 'fuga' de dinheiro, pelo que não se esperam investimentos em defesas esta época.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.