Nani concedeu uma entrevista à MLS (Liga norte-americana de futebol), na qual falou sobre a sua carreira desde que atuou no Sporting até ter integrado o Manchester United. O extremo acabou por destacar o que viveu ao serviço da seleção portuguesa.

"Na seleção foi tudo bom. A conquista do Europeu foi o ponto mais alto da carreira. Tenho muita vontade de representar esta camisola que é tão importante para mim, estive lá muitos anos e continuo disponível para ser convocado até ao próximo Europeu", afirmou.

O extremo do Orlando City fala num ano "muito positivo" a nível individual, apesar de "em termos coletivos, de clube, não foi o ano que se queria". Nani espera, por isso, que o atual clube "continue a crescer para no futuro lutar com todas as equipas da MLS e para lutar pelos troféus".

Na primeira época na MLS, Nani fez 33 jogos e 12 golos pelo Orlando City.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.