Patrick Morais de Carvalho, presidente do Clube de Futebol "Os Belenenses", aplaudiu a decisão do Tribunal da Propriedade Intelectual, conhecida na segunda-feira, que impede a SAD do Belenenses de usar "os símbolos do clube e remover os sinais referidos de todos os suportes dentro ou fora de estabelecimentos comerciais, em todos os documentos, brochuras na internet, redes sociais, ou qualquer outro meio de divulgação".

"A decisão vem de encontro às pretensões do clube. Chega-nos eco de grande felicidade dos adeptos do Belenenses, de norte a sul do país. A equipa que está na Primeira Liga, que ganhou ao Benfica não é o Belenenses", começou por dizer o dirigente, em declarações à Rádio Renascença, sublinhando que a decisão do tribunal terá de ser "respeitada e a sentença executada, como acontece nos estados de direito".

"Fazem de conta que não se passa nada e isso é incompreensível. Esta sentença judicial pode ajudar a aclarar a situação. Não queremos guerras com ninguém, a única coisa que pedimos é que nos deixem recomeçar na última divisão distrital sem ninguém usurpar a nossa marca, o nosso nome e a nossa identidade", acrescentou.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.