O ministro da Educação, Tiago Brandão Rodrigues, admitiu hoje que têm sido cometidos alguns “excessos” por parte dos protagonistas do futebol e que é essencial defender os valores centrais do desporto.

“Na alta competição a exigência é muito grande e todos chegam aos limites. Acabam por acontecer excessos, que os próprios protagonistas admitem, mas o mais importante é trazer à tona os valores centrais do desporto, que deve ser a face do 'fair play', da competitividade saudável, do saber ganhar e perder”, destacou o ministro que tutela a área do Desporto.

Na 23.ª Gala do Desporto, organizada pela Confederação do Desporto de Portugal, Tiago Brandão Rodrigues realçou que esses “excessos” se tratam de “situações pontuais”, preferindo destacar os méritos e conquistas dos galardoados.

“Esta é uma gala eclética, que mostra a riqueza do desporto em Portugal, que tanto contribui para a projeção nacional, europeia e internacional do próprio país. 2018 foi claramente um ano de excelência, com muitos campeões do mundo e da Europa, e esta é também uma oportunidade para dar relevo a desportos que na nossa latitude têm pouca relevância mas que merecem ter outra visibilidade”, concluiu.

A Gala do Desporto, na qual serão atribuídos os prémios de atleta masculino, atleta feminina, equipa, treinador e jovem promessa, está a decorrer no Casino Estoril.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.