Na primeira conferência de imprensa como presidente e vice-presidente do Fluminense, Mário Bittencourt e Celso Barros falaram do mercado de transferências, nomeadamente de Buffon.

"O Buffon já tem uma certa idade já, mas estava a jogar no PSG... Não estava numa equipa qualquer. Deve ser uma pessoa que se cuida, é um grande guarda-redes. Do ponto de vista de marketing, de agregar adeptos, seria um negócio fantástico", disse Celso Barros, citado pelo GloboEsporte.

O vice-presidente do Fluminense revelou ainda que o clube falou "com uma empresa que disse que, de alguma forma, dentro de uma estrutura, poderia trazer, talvez, um jogador e citaram alguns nomes, entre eles o Buffon. Pagando a remuneração inteira ou talvez como parte do pacote, ou pagando alguma coisa... Houve essa conversa".

"O empresário que falou connosco disse que tinha chance de ele ir para os EUA e que a ideia dele, o sonho, é fazer uma escolinha de guarda-redes, que poderia perfeitamente ser feita aqui no Brasil com o Fluminense. Foi isso que aconteceu. Vamos conversar. Vamos com calma", concluiu Celso Barros.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.