Esta quarta-feira surgiram notícias na Argentina que davam conta de um problema de saúde de Maradona, possivelmente um princípio de Alzheimer. Ao início da noite, Matías Morla, advogado e empresário do antigo jogador, desmentiu essa possibilidade.

"Estas foram informações difundidas por uma fonte maliciosa e que só procura gerar conflitos. Quero deixar claro que todos os estudos médicos e exames feitos não detetaram quaisquer indícios nesse sentido. No México [onde foi treinador do Dorados de Sinaloa], o clube realizou inúmeras análises físicas e psicológicas, das quais saíram sinais satisfatórios", garantiu Morla.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.