A Eleven Sports anunciou hoje que o acordo com todos os operadores de telecomunicações nacionais foi negociado de forma bilateral e vão além do prazo pelo qual a distribuidora de conteúdos detém os direitos televisivos de várias competições.

“É um acordo de longo prazo, que vai além do ‘timing’ dos direitos televisivos que temos”, disse Jorge Pavão de Sousa, diretor-geral da Eleven Sports Portugal, em conferência de imprensa.

Pavão de Sousa explicou que foram negociados acordos “bilaterais, com valores diferentes para cada um dos operadores”.

“Nunca quisemos ficar manietados por um acordo comum”, declarou o responsável da empresa que detém os direitos de transmissão da Liga dos Campeões e das Ligas espanhola, alemã, francesa, assim como da Fórmula 1.

Sem revelar prazos ou valores envolvidos no negócio, Jorge Pavão de Sousa admitiu que a chegada a todos os operadores – MEO, NOS e Vodafone - é “um momento que todos ambicionavam desde o surgimento da Eleven Sports” e garantiu que a distribuidora de conteúdos, que chegou ao mercado português em 15 de agosto passado, “vai continuar a querer inovar”.

A Eleven Sports estará disponível para subscrição em qualquer um dos operadores de telecomunicações por 9,9 euros mensais, devendo a subscrição ser feita diretamente com os operadores.

O responsável da empresa garantiu que nas negociações a operadora Nowo, a única plataforma televisiva que disponibilizava a Eleven Sports, “foi tratada como as restantes”, e assegurou que a atual parceria com a TVI se mantém.

A empresa britânica anunciou hoje que, “depois de vários meses de negociações entre as partes”, chegou a acordo com a Meo, NOS e Vodafone para a distribuição dos seus canais de desporto, que já eram emitidos na Nowo desde 15 de agosto de 2018.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.