O defesa central angolano Bartolomeu Quissanga "Bastos" conquistou o segundo troféu pela Lázio, desde que assinou por quatro anos pelo clube italiano, em agosto de 2016.

Apesar de não ter sido utilizado domingo, o antigo atleta do Petro de Luanda tem sido preponderante no conjunto que conquistou a Supertaça da Itália com vitória sobre a Juventus, por 3-1.

Este é o segundo troféu conquistado por Bastos, depois da Taça de Itália, em maio último, diante do Atalanta (2-0) com o internacional a jogar os 90 minutos.

Marcaram na quinta conquista dos “biancoceleste”, Luís Alberto, (16'), Senad Lulic (73') e Danilo Cataldi (90+4). Paulo Dybala marcou pelos contrários (45').

O outro angolano que esteve em destaque na Europa é o avançado Wilson Kenidy, que marcou um dos dois golos com que a Casa Pia de Portugal venceu a Santa Clara (2-1).

Kenidy rubricou aos 77 minutos e Mateus Fonseca aos 90+2, enquanto João Afonso descontou aos 90+2, em jogo da 3.ª jornada do grupo D da Taça da Liga de Portugal.

De 26 anos de idade, o extremo esquerdo, nascido na província da Huíla, tem contrato com a colectividade Lusa até 2020.

Com os angolanos Gelson Dala e Fredy (este último foi substituído na segunda parte) no onze inicial, o Antalyaspor venceu domingo o Eyupspor, por 3-0, em partida dos 16-avos-de-finais da Taça da Turquia.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.