Convocado pela primeira vez para a seleção principal do Brasil, Rodrygo esteve esta terça-feira à conversa com a imprensa e, perante o bom momento que atravessa ao serviço do Real Madrid, foi questionado sobre se estaria preparado para assumir o "trono" deixado vago no clube madrileno com a saída de Cristiano Ronaldo, na época passada.

"Ainda sou muito jovem para dizer que estou a preencher o espaço que ele deixou. Ele foi um dos maiores da história do Real Madrid, talvez mesmo o maior. Não quero essa pressão para mim”, vincou.

"Era um sonho ter podido jogar com Cristiano Ronaldo e foi uma pena que ele tenha deixado o clube antes de eu chegar", acrescentou depois.

A conversa seguiu depois para outros dois astros do futebol atual, Messi e Neymar, e aí o jovem prodígio não hesitou: "Naturalmente aqui fico do lado do Brasil e escolho Neymar".

Rodrygo falou também falou do sonho que está a viver ao ter sido convocado pela primeira vez para a seleção brasileira. "Sinto-me realizado. Todas as crianças sonham vestir um dia a camisola da Seleção. Poder jogar ao lado de jogadores que acompanho há muito tempo deixa-me extremamente feliz", reconheceu.

O Brasil vai defrontar a Argentina e a Coreia do Sul em duas partidas amigáveis, marcadas para os próximos dias 15 e 19, respetivamente.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.