O vencedor da final da WGR Master League tinha lugar garantido no torneio internacional de CS: GO do MOCHE XL ESPORTS, e a equipa Offset mostrou-se à altura, derrotando os GTZ Bulls por 2-0, repetindo o mesmo resultado do embate entre as formações há 15 dias na Worten Game City. Ambicionando uma fatia do prize money de 75.000 dólares, os Offset teriam para isso de passar a primeira equipa estrangeira, a GamerLegion, equipa com nomes sonantes como Scream e Ex6tenz.

Os Offset mantiveram a formação da manhã, com Zlynx, PR, OBJ, Stadodo (MVP do jogo anterior) e Just. Já os alemães da GamerLegion alinharam com Scream, HS, nawWk, hampus e Ex6TenZ. Em relação aos mapas escolhidos, os alemães optaram primeiro pelo Dust 2, os portugueses mantiveram o “talismã” Inferno e para o desempate foi designado o Overpass. O vencedor vai encontrar a equipa Furia no domingo.

A partida não podia ter começado da melhor forma para os portugueses que venceram a ronda de pistols, levando o público ao rubro. A Altice Arena estava praticamente cheia neste explosivo embate. A formação lusa marcaria o segundo ponto, mas a GamerLegion registou o 2-1 na terceira ronda e o empate na seguinte.

Com a partida empatada e a Offset de volta às pistolas, a equipa portuguesa perdeu um pouco do fôlego inicial. E isso notou-se nas rondas seguintes, com a equipa estrangeira a acumular rondas sucessivas, estabelecendo o resultado de 2-5. Mas os portugueses responderam logo de seguida, voltando a empatar a partida em 5-5.

As rondas seguintes foram bem disputadas por ambas as equipas, mas os Offset conseguiram “vencer” a primeira parte com uma dilatada vantagem de 9-6. No arranque da nova ronda de pistolas a equipa portuguesa ganhava novamente a esperança de vencer o primeiro mapa. A primeira ronda pós-reset foi registada pela GamerLegion, dando-lhe vantagem para as seguintes até ao empate, por 9-9.

O ciclo voltou a conferir vantagem aos alemães, a primeira a chegar aos dois dígitos no marcador, dilatando depois o resultado para 9-11. Mas os Offset não baixaram os braços e descarregaram os cartuchos nas rondas seguintes, voltando a ultrapassar o marcador nos 15-12, “escancarando o túnel” para a vitória no primeiro mapa. A frieza dos alemães foi derretida pelo calor da plateia portuguesa, que manteve o apoio até ao fim, naquele que seria o derradeiro ponto para os portugueses, que não só venceriam o mapa, como seria negado o cenário escolhido pela equipa estrangeira.

No final do primeiro mapa já se ouvia o hino nacional nas bancadas, mas ainda faltava pelo menos um mapa, o Inferno, escolhido pelos Offset. E a equipa portuguesa arrancou bem na fase das pistolas, arrancando a preciosa ronda, à imagem do primeiro mapa, mas não conseguiu destacar-se, sendo anulada nas rondas seguintes pela equipa alemã, colocando o marcador nuns desconfortáveis 6-1. A GamerLegion mostrava-se bastante superior nesta fase inicial do mapa.

Os portugueses só regressariam à partida na oitava ronda, reduzindo timidamente o resultado, mas os alemães continuavam com o dedo no gatilho e foram distanciando-se, completando a primeira “volta” do mapa com 10-5. A equipa portuguesa necessitava de recuperar o resultado, correndo o risco de disputar o “tira-teimas” no Overpass.

A equipa Offset continua a ser exímia nas pistolas, registando novamente este precioso ponto ao mesmo tempo que reduzia para 10-6. Com o arsenal reforçado, a equipa nacional perdeu o medo e dizimou o adversário nas rondas seguintes, registando o empate a 10-10, num espetacular “difuse” da bomba. Partida relançada para os portugueses, que galvanizados passaram novamente para a frente do marcador em 10-11. Estas últimas rondas foram infernais, muito bem disputadas, sorrindo a sorte aos jogadores portugueses enquanto aumentavam a vantagem, e os 10-12.

Com a vantagem perdida de forma arrasadora, os alemães tinham a sua tarefa muito difícil, mas ao mesmo tempo tinham amealhado dinheiro para voltar às compras. E registaram mais um empate no placard nos 12-12, prometendo uma reta final emocionante. Infelizmente os germânicos voltaram a revirar o marcador para 14-12, mas os Offset ainda teriam uma palavra a dizer, e Zlynx a fazer a melhor ronda da partida, carregou a equipa, fazendo sozinho as cinco “kills” do adversário empurrando o marcador para 14-14. Nervos à flor da pele.

Infelizmente a garantia de Overtime caiu para os GamerLegion, mas Just iria garantir na ronda seguinte o prolongamento para a sua equipa e a melhor de seis rondas. O jogador dos Offset já havia ultrapassado as 30 kills do mapa, o melhor entre as duas equipas.

MOCHE XL ESPORTS - Offset - GamerLegion

O prolongamento arrancou bem para os alemães, mas os portugueses voltaram a anular o resultado numa ronda de nervos. Depois disso, só deu GamerLegion, acabando por vencer o mapa por 19-16, transportando o encontro para a terceira parte.

O mapa Overpass arrancou bem para os germânicos, conseguindo três rondas sem resposta. Os Offset estreavam-se na quarta ronda, reduzindo para 3-1. Mas a GL demonstra a razão de ser uma equipa de topo internacional, cunhando um resultado de 12-3, o que deixou a plateia apreensiva e a perder a esperança de ver a formação portuguesa na ronda seguinte. Não seria a primeira vez que os Offset faziam recuperações épicas, mas neste ponto as coisas estavam mais que difíceis no fecho da primeira parte do mapa.

Voltando à ronda das pistolas, os portugueses destacaram-se novamente, com o público a gritar pelo comeback, mas os alemães continuaram firmes aumentando para 15-4, com o match point à vista. Infelizmente o resultado iria ficar nos 15-4, colocando os GamerLegion na partida contra os Furia este domingo, deitando por terra as aspirações nacionais.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.