Crónica de Elisabete Jacinto

20-04-2017 16:19

Sentimo-nos em casa nestas paragens

A piloto portuguesa descreve aos utilizadores do SAPO Desporto as suas aventuras no mundo das corridas.
Elisabete Jacinto
Foto: @Elisabete Jacinto

Elisabete Jacinto

Por Elisabete Jacinto sapodesporto@sapo.pt

Chegámos hoje à quarta etapa do Rali. O que significa que já vamos a meio da corrida. Neste momento, estamos no Erg Chebbi perto de Erfoud. Um Erg é uma extensa área constituída por dunas e o Chebbi é um dos mais conhecidos de Marrocos. As suas dunas chegam a ter mais de 300 metros de altura. É verdadeiramente impressionante.

Por aqui temos muitos conhecidos, como em Zagora que passámos ontem. Mas existe uma diferença que é o grande e bom amigo Bábá que está sempre presente quando é necessário.

A areia, o vento e o calor juntos são de meter medo, e é exatamente isso que temos no extremo norte deste Erg onde está instalado o acampamento do Morocco Desert Challenge. Embora nos sintamos em casa não deixa de ser, com estas temperaturas, bastante difícil andar em areia tão seca.

Connosco está o Jorge Cunha que é o fotógrafo que nos acompanha há muitos anos nestas andanças. Hoje conseguiu juntar-se à nossa equipa de assistência num restaurante local onde conseguiram almoçar um bom assado com salada de tomate.

Uma senhora alemã, de idade avançada, avisou-os que não deviam de estar a comer uma salada num restaurante local ao que lhe responderam que eles eram praticamente locais. E na verdade são, pela quantidade de vezes que vimos por estas paragens, não temos muitos cuidados adicionais a não ser o de beber água engarrafada.

Faltam três dias para a prova chegar ao fim e tanto o material como as pessoas começam já a acusar o desgaste imposto por estes dias passados no deserto.

Opinião