Motores

20-04-2017 21:34

Ralicrosse de Montalegre à espera de 100 mil espetadores durante três dias

Os pilotos Mattias Ekstrom, Petter Solberg, Sébastien Loeb e Ken Block são alguns dos nomes mais sonantes que vão passar pela pista da vila de Trás-os-Montes.
Peter Solberg na frente do Mundial de Ralicrosse

Os pilotos Mattias Ekstrom, Petter Solberg, Sébastien Loeb e Ken Block são alguns dos nomes mais sonantes que vão passar pela pista da vila de Trás-os-Montes.

Por SAPO Desporto c/Lusa sapodesporto@sapo.pt

A segunda etapa do Campeonato do Mundo de Ralicrosse, que se realiza entre 21 e 23 de abril, em Montalegre, espera receber 100 mil espetadores, disse hoje o presidente da câmara local, Orlando Alves.

Em conferência de imprensa em Ourense, Espanha, o autarca referiu que grande parte dos espetadores são espanhóis, país aficionado pela modalidade, daí a importância da promoção desta prova “fora de portas”.

Orlando Alves acrescentou que a pista de Montalegre merece mais atividade e, por isso, estão a decorrer negociações com o país vizinho para a realização de provas, procurando-se assegurar a sua rentabilidade.

O edil anunciou ainda que, este ano e pela primeira vez, a organização do mundial vai disponibilizar um “serviço de boleias” gratuito, ou seja, um autocarro que fará viagens entre o centro da vila do distrito de Vila Real e o circuito e vice-versa.

“Esta é uma forma de evitar congestionamentos junto à pista, facilitando a mobilidade dos que vêm para assistir à prova”, salientou.

Além disto, o presidente do município frisou que construíram uma nova bancada com 2.800 lugares e alargaram a área do 'paddock', num investimento de 150 mil euros.

Mas, as alterações não ficam por aqui, nos próximos cinco anos, o circuito vai sofrer mais obras de melhoramento, atendendo às exigências da Federação Internacional de Automobilismo (FIA), que irão ultrapassar os três a quatro milhões de euros, verba exclusiva do orçamento municipal, lembrou.

Orlando Alves referiu ser necessário melhorar os espaços de acolhimentos das equipas médicas e de enfermagem, bem como dos órgãos de comunicação, vários dos quais internacionais que acompanham o campeonato do mundo, e otimizar a rede de fibra ótica.

Este ano, Montalegre garantiu por mais cinco anos a realização desta etapa do Mundial.

Os pilotos Mattias Ekstrom, Petter Solberg, Sébastien Loeb e Ken Block são alguns dos nomes mais sonantes que vão passar pela pista da vila de Trás-os-Montes.

Além da categoria máxima WorldRx SuperCars, haverá também corridas de suporte de Super 1600 e CrossCar, que, no total, engloba mais de 70 pilotos de diferentes nacionalidades.

Depois de Portugal, o campeonato do mundo prossegue até novembro, passando por Bélgica, Reino Unido, Alemanha, Suécia, Canadá, Noruega, França, Letónia, Espanha e África do Sul.

Conteúdo publicado por Sportinforma